Editorias / Motor

25/02/2011 16:25

Cuidados na hora de pegar a estrada

Metro Magazine

print

O Carnaval está chegando. Para muitos, a prioridade agora é planejar o feriado. Um item essencial deste planejamento, para quem vai pegar a estrada, é a revisão do veículo. Nela, por exemplo, o estado dos pneus será avaliado, o que é de suma importância para a segurança do motorista e de sua família. Trafegar com pneus carecas é extremamente perigoso. Seja em tempo seco e mais ainda em época de chuvas. Além disso, constitui uma infração de trânsito.

 É obrigação do motorista manter os pneus de seu veículo em bom estado, em nome da sua segurança e dos demais. Para ajudar os proprietários de veículos e explicar quando eles devem trocar os pneus, Giovanni Carlo Rossi, consultor técnico da ANIP – Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos – dá dicas:

 Hora de verificar os pneus carecas

Existe nos pneus uma marca que torna possível saber se está na hora de trocá-los. O nome é complicado, mas é muito simples de achar. Existe um indicador que fica na própria banda de rodagem, a parte do pneu que entra em contato com o solo. É onde está o “desenho” do pneu, como os motoristas costumam chamar. Tecnicamente, ele é chamado de ‘Tread Wear Indicator’ (TWI). É uma saliência de borracha com altura de 1,6 mm que é colocada dentro do sulco do pneu. Quando o desgaste do pneu atinge esse indicador, significa que já está no limite de segurança e é hora de trocá-lo.

 Cuidados antes de pegar a estrada

Em primeiro lugar, o motorista deve checar se o pneu não está próximo da marca de 1,6 mm, se estiver, a troca deve ser providenciada antes da viagem. Vale considerar que se for uma viagem longa e o motorista verificar que o pneu está quase chegando na marca de segurança, mas ainda daria para rodar um pouco mais, o mais seguro é realizar a troca a fim de evitar que o pneu fique careca no meio do caminho. O motorista também não deve se esquecer do estepe. Ele tem que estar em boas condições e pronto para o uso no caso de necessidade de troca.

Calibrando os pneus

Os pneus devem ser calibrados semanalmente de acordo com a indicação do manual do veículo e indicações do fabricante. Antes de viajar, certifique-se sempre que a pressão dos pneus esteja regulada. Se for uma longa viagem, com o veículo a plena carga, isto é, com condutor mais 3 ou 4 passageiros e bagagens, consulte novamente o Manual, pois conforme o veículo, a pressão dos pneus deverá ser aumentada ou poderá sofrer alterações dependendo se os pneus são dianteiros ou traseiros. Lembre-se que veículo com a pressão errada tem seu desempenho comprometido. A baixa pressão é especialmente nociva, pois torna a direção pesada, aumenta o consumo de combustível e o desgaste dos pneus. A pressão dever regulada com os pneus frios.

Chuva e pneu careca: dupla perigosa

A junção chuva e pneu careca formam uma combinação perigosa. A aquaplanagem ocorre, por exemplo, quando a quantidade de água retida na área de contato entre pneu e pista supera a capacidade de escoamento dos sulcos da banda de rodagem do pneu. Forma-se então uma película de água entre o pneu e a pista e ocorre a perda do contato. Ora, se os sulcos já estão gastos e o pneu está careca, a ocorrência de aquaplanagem é quase certa. Quanto menor a profundidade dos sulcos da banda de rodagem, maior a probabilidade de aquaplanagem em caso de fortes chuvas e em pistas de estradas com má ou irregular drenagem das águas pluviais. Com os pneus carecas o risco é gravíssimo. Portanto, durante o verão, é importante estar sempre com os pneus em ordem. E em caso de fortes chuvas, seja como for, por uma questão de segurança é sempre recomendável reduzir a velocidade.

O pneu mais adequado para o meu veículo

Os pneus são desenvolvidos para fazer parte das características de cada automóvel, seja ele um veículo pequeno e econômico ou um esportivo de alto desempenho. Diferentes veículos, portanto, necessitam de pneus de concepções absolutamente diferentes e coerentes com as exigências de cada um. Para saber o pneu adequado para um veículo, o proprietário deve consultar o manual do veículo, onde o fabricante indica o tamanho ou os tamanhos de pneus adequados e seus índices de carga e velocidade.

Balanceamento e alinhamento

O controle do balanceamento dos pneus e o alinhamento das rodas do veículo devem ser realizados a cada 10 mil quilômetros rodados, quando surgirem vibrações, na troca ou no conserto do pneu, quando o veículo sofrer impactos na suspensão, quando apresentar desgastes irregulares, quando forem substituídos componentes da suspensão ou quando o veículo estiver puxando para um lado.

Pneus têm garantia?

Os pneus têm garantia contratual oferecida pelos fabricantes de cinco anos a partir da data da nota fiscal de compra do pneu ou da data de compra do veículo (no caso de pneus de primeiro equipamento) ou na ausência destas, a partir da data de fabricação do pneu gravada na lateral, após o código DOT, constituída de quatro algarismos, onde os dois primeiros identificam a semana de produção e os dois últimos, o final do ano de fabricação.

Compartilhe esta matéria com seus amigos

Comentários comente esta matéria

Ainda não existem comentários para esta matéria. Seja o primeiro a comentar!

Comente esta matéria

* Todos os campos são obrigatórios

Vídeos

Tv+ Rio - Sítio Carvalho Plantas - Semana 24

Tv+ Rio - Usina - Semana 24

Como anunciar


  • Notícias
  • Esportes
  • Diversão
  • Editorias
  • twitter

    Twitter:
    Siga o Metro Magazine

    © 2010-2011 Metro Magazine. Todos os direitos reservados.