Editorias / Decoração

11/03/2011 16:44

Mantenha sua casa livre de acidentes com gás

Não acender luzes e deixar portas e janelas abertas para ventilação são algumas das medidas capazes de evitar acidentes em casos de vazamento de gás

Metro Magazine / MA

print

Ingrediente principal das mais variadas receitas, simples ou requintadas, o botijão de gás abastece 95% dos lares brasileiros, está presente em 100% do território nacional e tem mais penetração no país do que a energia elétrica, água encanada e até mesmo a coleta de esgoto, de acordo com o Sindigás - Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de GLP (gás de cozinha). Mas o que muitas pessoas não sabem é que o vasilhame, caso adquirido em pontos de venda ilegais ou em má conservação podem causar acidentes fatais.

"Além do pouco conhecimento sobre o uso e instalação do botijão, fatores como venda em locais clandestinos e falta de manutenção de equipamentos como mangueiras e reguladores são os principais causadores de vazamentos. Por isso, é importante adquirir os vasilhames somente de revendas legais ligadas as distribuidoras credenciadas pela Agência Nacional de Petróleo - ANP", explica Amaro Helfstein, diretor comercial e de operações da Copagaz.

De acordo com o Corpo de Bombeiros de São Paulo, a maior incidência com acidentes envolvendo botijões de gás ocorre em lares com renda familiar de até dois salários mínimos. Ainda de acordo com a instituição, em  todo o Estado foram  registrados 2,4 mil chamados por conta de vazamento de gás, no ano passado.

Segundo Helfstein, ações como não acender luzes, riscar fósforos, ligar ou desligar equipamentos eletrônicos são fundamentais para evitar acidentes. "São ações simples, mas desconhecidas por boa parte da população. O gás é um elemento feito para ser um aliado da dona de casa e não para servir de arma ou fator de risco", completa o executivo.

Confira abaixo outras dicas de segurança capazes de evitar acidentes no caso de vazamentos de gás:

:: Em caso de chama aberta (fogão ligado), desligar imediatamente;

:: Ventilar o ambiente de forma natural, abrindo portas e janelas, para dispersar o vazamento de gás;

:: Nunca utilize ventilador elétrico (a ignição pode causar uma explosão);

:: Levar o botijão para uma área ventilada;

:: Chamar a assistência técnica da distribuidora de GLP estampada no corpo do botijão e o Corpo de Bombeiros se necessário;

:: Ao comprar um novo recipiente, verifique se o mesmo está em boas condições. Botijões amassados ou enferrujados devem ser evitados;

:: É importante verificar a presença do lacre, do rótulo de segurança e do nome da empresa em relevo;

:: Evite comprar botijões em locais informais ou clandestinos, como pequenos mercados ou até mesmo em calçadas;

:: A venda de um recipiente com valor muito abaixo do mercado é outro alerta de que o botijão pode ser clandestino. 

Compartilhe esta matéria com seus amigos

Comentários comente esta matéria

Ainda não existem comentários para esta matéria. Seja o primeiro a comentar!

Comente esta matéria

* Todos os campos são obrigatórios

Vídeos

Tv+ Rio - Sítio Carvalho Plantas - Semana 24

Tv+ Rio - Usina - Semana 24

Como anunciar


  • Notícias
  • Esportes
  • Diversão
  • Editorias
  • twitter

    Twitter:
    Siga o Metro Magazine

    © 2010-2011 Metro Magazine. Todos os direitos reservados.