Diversão / Brasil

31/05/2012 14:56

Cristo Redentor será iluminado para marcar o Dia Mundial sem Tabaco

Agência Brasil

print

O Cristo Redentor, monumento que é uma das sete maravilhas do mundo contemporâneo, será iluminado hoje (31), a partir das 17h30, nas cores vermelha e branca. A iniciativa, do Instituto Nacional do Câncer (Inca), quer conscientizar a população sobre os malefícios do fumo e é apenas uma das várias ações programadas na cidade para o Dia Mundial sem Tabaco, lembrado hoje (31). A data foi criada em 1988 pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para incentivar a redução do tabagismo no mundo.

Em frente à sede da prefeitura carioca, na Cidade Nova, região central do Rio, a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) organiza esta tarde a mobilização Troque Nicotina por Vitamina. Além de responder às dúvidas da população, os cardiologistas que participam da ação vão abordar os fumantes e convidá-los a trocar um maço de cigarros por uma maçã.

De acordo com o médico Marcel Coloma, que integra o comitê antitabaco da SBC, a oferta não é somente um gesto simbólico de estímulo para quem quer se livrar do vício. “As frutas ajudam a reduzir os efeitos nocivos do fumo, que é o maior fator de risco, agravamento e mortes por cardiopatia”, afirma o cardiologista. “Os benefícios de parar de fumar são quase imediatos”, garante Coloma que, na manhã de hoje, fez uma palestra sobre o assunto para funcionários da prefeitura.

O pneumologista Mauro Gomes destaca que o tabagismo é o grande causador da Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), que atinge cerca de 6 milhões de brasileiros acima de 40 anos. “Em 90% dos casos, a doença é causada pelo cigarro, e os sintomas são muito variados. Normalmente, começa com falta de ar. A pessoa sobe uma estrada, uma ladeira, sente cansaço, mas não acha que isto esteja ligado a alguma doença, mas sim à idade ou à falta de exercícios físicos”, explica Gomes. “Quando progride, ela leva o paciente a graus extremos de limitação física, a tal ponto que ele precisa usar oxigênio 24 horas por dia”, adverte.  

Em outros pontos da cidade, equipes da Vigilância Sanitária da Secretaria Estadual de Saúde fazem uma blitz do programa Rio Sem Fumo, com inspeções em estabelecimentos que não cumprem a lei estadual que proíbe o fumo em ambientes fechados. O fumo passivo é considerado pela OMS como a terceira causa de mortes evitáveis no mundo.

No bairro de Cavalcante, na zona norte do Rio, o Posto de Atendimento Médico (PAM) da Secretaria Estadual de Saúde exibe desde as 11h, em sessões contínuas, filmes que conscientizam a população sobre a importância de deixar de fumar. Os visitantes do posto também podem fazer o teste do monoxímetro, que avalia o prejuízo causado pelo tabagismo na respiração.

Compartilhe esta matéria com seus amigos

Comentários comente esta matéria

Ainda não existem comentários para esta matéria. Seja o primeiro a comentar!

Comente esta matéria

* Todos os campos são obrigatórios

Vídeos

Tv+ Rio - Sítio Carvalho Plantas - Semana 24

Tv+ Rio - Usina - Semana 24

Como anunciar


  • Notícias
  • Esportes
  • Diversão
  • Editorias
  • twitter

    Twitter:
    Siga o Metro Magazine

    © 2010-2011 Metro Magazine. Todos os direitos reservados.