Notícias / Rio

19/06/2012 15:15

Região Metropolitana do Rio é a que mais gera empregos

Agência Rio

print

Das sete maiores regiões metropolitanas do Brasil, o Rio de Janeiro foi a que mais gerou empregos entre março e abril deste ano. De acordo com a última pesquisa do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Cadeg) do Ministério do Trabalho, o Grande Rio apresentou crescimento de 29,5% no período, enquanto cidades como São Paulo e Minas Gerais aumentaram o número de postos de trabalho em 9,3% e 24,4%, respectivamente.

Em abril, o estado fluminense gerou 18.541 empregos formais, 14.235 apenas na Região Metropolitana do Rio. Segundo o vice-governador e coordenador de Infraestrutura do Estado, Luiz Fernando Pezão, o número crescente de postos de trabalho é resultado de investimentos em obras como a do Maracanã, da Linha 4 do metrô e do Arco Metropolitano. No total, as três intervenções empregam 11.065 pessoas.

- A ação mais importante para alavancar a economia é criar um ambiente favorável ao negócio, o que tem atraído diversas empresas para o Rio de Janeiro e a expansão das já instaladas. O ritmo de crescimento acelerado tem colocado Rio nos primeiros lugares entre os estados brasileiros na criação de empregos - afirmou Pezão.

Nos municípios da Região Metropolitana do Rio, algumas obras se destacam como principais geradoras de trabalho e renda: 5.515 trabalhadores ajudam na modernização do Maracanã, 3.400 na Linha 4, 2.150 no Arco Metropolitano e 260 nas melhorias da Cidade da Polícia e do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC).

- Antes mesmo da conclusão do Arco Metropolitano, as cidades impactadas diretamente por essa obra gigantesca estão passando por um ciclo próspero de investimentos, geração de empregos e melhoria de renda. A tendência é de que esse ciclo seja ampliado - disse o secretário de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços, Julio Bueno.

Mais empregos para os próximos anos

A expectativa é de que investimentos como o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), em Itaboraí, e o estaleiro da Marinha, em Niterói - que irão gerar 30 mil e 12 mil empregos diretos, respectivamente - ajudem a aumentar ainda mais o número de postos de trabalho nos próximos anos.

Capital receberá R$ 34,4 bilhões de investimentos

Nos próximos dois anos, apenas a capital fluminense receberá um volume recorde de investimentos públicos e privados: R$ 34,4 bilhões. Os recursos foram anunciados através do estudo Decisão Rio, divulgado pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan).

Compartilhe esta matéria com seus amigos

Comentários comente esta matéria

Ainda não existem comentários para esta matéria. Seja o primeiro a comentar!

Comente esta matéria

* Todos os campos são obrigatórios

Vídeos

Tv+ Rio - Sítio Carvalho Plantas - Semana 24

Tv+ Rio - Usina - Semana 24

Como anunciar


  • Notícias
  • Esportes
  • Diversão
  • Editorias
  • twitter

    Twitter:
    Siga o Metro Magazine

    © 2010-2011 Metro Magazine. Todos os direitos reservados.